mne

Portugal condena firmemente o ataque terrorista perpetrado pelo Boko Haram, no passado dia 27 de julho, contra um cortejo fúnebre no Estado de Borno na Nigéria, no qual pelo menos 65 pessoas perderam a vida e 10 ficaram feridas.

Recordando que os ataques terroristas do Boko Haram no Nordeste da Nigéria causaram centenas de vítimas inocentes ao longo da última década, o governo português expressa as suas condolências às famílias das vítimas e manifesta a sua solidariedade com o povo e o governo da Nigéria.

 

Lisboa, 30 de julho de 2019

  • Partilhe